sábado, 9 de março de 2013

Vovó, o escambau!

Estava eu ontem nas Lojas Americanas, linda e ruiva (de farmácia, obviamente), no auge dos meus 47 aninhos, toda arrumada, maquiada e me sentindo ótema ( dentro do possivel), escolhendo uns presentinhos na seção de brinquedos (havia um aniversário na escolinha do meu filhote), qdo.uma bruxa naja mulher parou do meu lado e perguntou: "Vc tem netos? É que eu precisava de umas dicas pra comprar pra um menininho..blá-blá"..Hein?Tá falando comigo, esta "gatinha" aqui, na flor da idade? Vó? Eu????
Velha coroca é tu, cara de tatu!
Olhei pra ela, que parecia ter mais de 60 50, tentando fulminá-la mas não consegui, então soltei um grunhido: Não!
-"Não, o quê?" perguntou a infame, se fazendo de inocente.Ela sabia que tinha dado um fora e insistia, mas eu aguentei firme aquele "golpe cruel",aquele mesmo de qdo.perguntam pra uma gordinha de quantos meses ela está grávida, e ela não está.
Não sou vó. Resposta rangendo dentes e a maior cara de ofendida, um drama shakesperiano.
Esperei um "oh, desculpe" (como se tivesse sido insultada, olhem a exagerada..) mas ela ignorou meu comentário e continuou:
"-Sabe onde é a seção de bebês? Preciso de algo pra um de 10 meses e blá-blá.."
Quase enfiei a mão na cara dela com o boneco do Ben 10 que eu estava examinando, mas achei mais dramático ignorá-la e fazer uma saida triunfal, à la Greta Garbo (que saiu de cena cedo, lá pelos 30 anos, pois não queria envelhecer diante das câmeras), dei minha rabanada de efeito, praticamente um pivô (giro que se fazia nas passarelas nos anos 80, gurias!)e fui pro caixa, não sem antes me olhar no espelho da seção de maquiagens. Ah, tinha, com efeito, mais uma ruga ali, naquele rostinho que eu não percebi envelhecer, mas a Greta que mora dentro de mim tranquilizou-me:"um tantinho de terapia botox e ficará tudo bem, darling.."
E vc conseguiu, Greta, morreu sozinha, aos 84 anos, sendo que 50 desses praticamente escondida...
Calma, gente, não pretendo seguir o exemplo dela, e acho que a vida merece ser vivida plenamente, com tudo a que temos direito, inclusive envelhecer (não acredito que euzinha estou a dizer isto,mas sim,é preciso se preparar pois um dia vai acontecer!)
"Mas eu usei creme Pond´s a vida inteira!"
Confesso a vcs que ainda não estava preparada pra isso, sei lá, a figura de uma avó (aquele clichê de coque com xale nos ombros e fazendo tricô na cadeira de balanço) não combina exatamente com a minha personalidade, ou melhor, essa idéia de me tornar uma avó parecia algo tão distante, apesar de, tecnicamente, eu já ter idade pra isso, mas agora que a mulher tocou no assunto, fiquei meio obcecada e comecei a ler tudo sobre envelhecimento, e terminei, por força da profissão, indo fuçar nos sites de velhas estilosas, procurando um pouco de consolo e inspiração..
Ah, não deve ser tão ruim assim ser avó, né não?
A propósito: o advancedstyle.blogspot.com mostra o estilo das velhotas mais incríveis que já vi na vida..
Se eu chegar aos 80 assim já tá bom...
Ou assim...
Óculos são um ótimo disfarce pras rugas!
Iris Apfel, a musa de todas as vovós modernas...
Jacque Murdock, 82 anos, na campanha de inverno da Lanvin deste inverno europeu
Olhando pra elas, arrumadas, maquiadas, faceiras e estilosas, pergunto-me se conseguirei chegar nessa idade com essa vontade de continuar produzida, ou se serei uma daquelas velhas ranzinzas que se arrastam de chinelo e chambre (argh!!!) dentro de casa, reclamando do barulho do vizinho de cima (ou de baixo, ou do lado..rsss)
Minhas amigas que ainda estão longe dos 50 talvez não entendam isso e achem que é tudo besteira, crise, frescura, mas aos 20 ou aos 30 a gente nem cogita que essas coisas aconteçam. Envelhecer não é fácil, mas é parte da vida, e um dia nos daremos conta de que o tempo passou mesmo, fazer o quê? O plano B é bem pior, acho..
Mas se tiver um chinelo velho pro nosso pé torto, ameniza tudo, né?
Não, Greta, diferente de vc, I dont´want to be alone...

8 comentários:

  1. ah! eu sou um velhinho super estiloso ... não tenho problema algum com isto ... #fato

    ps: tudo original viu? nem um botox nem uma correçãozinha ... rs

    beijão

    ResponderExcluir
  2. Ah,Paulito,mas tu és homem,mulher é que sofre com essas coisas..hehehe..

    ResponderExcluir
  3. Afffffffff... taí uma coisa que eu NUNCA vou estar preparada: envelhecer. Mas Madi, vc está bem pra caramba!! A mulher quis mesmo foi te alfinetar :-).

    ResponderExcluir
  4. Nossa. Que broxante ouvir isso.

    Aposto que sua saída triunfal ja deixou-a comendo pó.

    PERFEITO!

    ResponderExcluir
  5. Você já sabe minha opinião sobre esse assunto porque leu recentemente o post que fiz sobre o assunto velhice.

    Eu tenho pavor do que o velho representa na nossa sociedade. É mais isso do que qualquer outra coisa.

    Agora essa infeliz aí que te chamou de vó merecia ser fuzilada em praça pública... kkkk. Pior é que um dia alguém vai me perguntar isso... rsrs.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. adorei!!!!
    http://brecho-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Que ogra-bruxa-cascavel!!!
    Boa hora pra soltar umas pragas a la Inaie Ramalho (a das pulgas de camelo, rs).
    Seu post fez o maior sucesso no Gaiola. Beijuuuuuuuuuuus.

    ResponderExcluir
  8. Oi madi.
    Algumas amigas minhas que foram mães aos 15 anos, hoje, aos 30, já são avós porque seus filhos resolveram procriar na mesma idade em que foram feitos.
    Ou seja, convivo com avós da minha idade!
    Minhas amigas antigas até se surpreendem ao me encontrar e saber que ainda não tenho filhos. Minha mãe comenta o mesmo quando as amigas dela perguntam se ela já é avó!
    Mas olhando pra você só por foto, posso afirmar que o comentário foi de uma indelicadeza e de péssimo gosto! Teria respondido com jeitinho, mas náo perderia a oportunidade de dizer que não sou avó de ninguém!
    Beijos

    ResponderExcluir

Comenta aí, ficarei muito feliz em saber tua opinião...